11 hábitos de pessoas pobres que você deve eliminar

11 hábitos de pessoas pobres que você deve eliminar

“Pensamentos conduzem a sentimentos. Sentimentos conduzem a ações. Ações conduzem a resultados.”
Com esta fórmula apresentada por T. Harv Eker em “Os Segredos da Mente Milionária”, fica claro que a chave da riqueza está na forma como pensamos. Por isso vou te apresentar 11 hábitos que pessoas pobres têm em comum. Se você se identificar com algum, elimine-o AGORA MESMO.

Muito importante: não estou aqui dizendo que pessoas pobres são pessoas ruins. O conceito de riqueza e pobreza vai muito além de possuir bens materiais. É uma questão unicamente de mentalidade.

O objetivo deste post é desmistificar algumas crenças negativas sobre dinheiro e riqueza, que são justamente o que impedem as pessoas pobres de virar esse jogo.

Tudo explicado, vamos à lista:

Pessoas pobres se livram do dinheiro

Pessoas pobres se livram do dinheiro
Designed by freepic.diller / Freepik

“Dinheiro na mão é vendaval”
“Dinheiro foi feito pra gastar”
“Dinheiro não traz felicidade”

Quantas vezes você não ouviu essas frases?

A verdade é que as pessoas pobres, receberam uma avalanche de informações como essa desde que eram crianças até hoje.

Essas afirmações se tornam crenças arraigadas que fazem com que elas se livrem de todo dinheiro assim que o ganham.

Inconscientemente, elas creem que o dinheiro é a causa de todo mal do mundo. Que pessoas ricas são gananciosas, que se ela tiver dinheiro vai se tornar um monstro…

E veja bem: isso independe de ganhar bem ou mal. Eu conheço um monte de gente que recebe um salário gordo, mas que no meio do mês já não tem mais nada.

É puramente uma questão de mentalidade, lembra? E de nada adianta aumentar os rendimentos se você tratar o dinheiro como batata quente. Você vai ser pobre, mesmo ganhando bem.

Pessoas pobres confundem “trabalhar duro” com “trabalhar muito”

Pessoas pobres confundem “trabalhar duro” com “trabalhar muito”
Designed by yanalya / Freepik

Não, não existe resultado sem trabalho duro.

Mas será que seu trabalho de 8 horas por dia, 5 dias por semana está sendo um bom negócio? Você ganha o que merece? Está se desenvolvendo e evoluindo? Está feliz?

Um dos maiores erros das pessoas pobres é trocar o seu ativo mais precioso por dinheiro. Que ativo é esse? O TEMPO.

Seja como funcionário ou empreendedor, estar trabalhando muito não significa estar trabalhando certo. Pelo contrário. Se você gasta 90% do seu dia trabalhando e não alcança os resultados que espera, é hora de rever a forma como está trabalhando.

As pessoas ricas trabalham duro sim, mas por saberem investir seu esforço onde os resultados vão aparecer, o tempo joga a favor delas.

Já as pessoas pobres dedicam todo seu tempo em algo que nunca vai tirá-las do lugar, mas acham que vão ser magicamente recompensadas por estar “dando duro”.

O esforço pelo esforço não gera resultado se não agregar algum valor. Analise muito bem onde você está depositando seu tempo.

Pessoas pobres focam na recompensa imediata

Pessoas pobres focam na recompensa imediata
Designed by Freepik

Já falei neste post que não se alcança independência financeira se não houverem objetivos. Tanto de longo, como médio e curto prazo.

Geralmente, todas as ações das pessoas pobres se focam apenas nos prazeres imediatos.

Comprar uma roupa cara, ir para a balada mais top da cidade. Pequenos auto-presentes para satisfazer o ego. Afinal, “eu trabalhei duro, mereço me recompensar”.

Nada errado em ter pequenas metas, mas não pensar além disso vai te deixar preso na sua mentalidade pobre para sempre. Se temos um objetivo maior na vida, precisamos sim fazer pequenos sacrifícios. No pain no gain.

Controle a ânsia de satisfazer um desejo impulsivo que não vai te acrescentar em nada, pois isso vai te ajudar na conquista do “grande objetivo”.

Pessoas pobres não “pagam o preço”

Pessoas pobres não “pagam o preço”
Designed by creativeart / Freepik

Para mim, este é o divisor de águas entre as pessoas pobres e as bem-sucedidas.

E quando falo em pagar o preço não me refiro apenas a dinheiro. Estou falando de COMPROMETIMENTO.

Vamos a um exemplo prático:
Você está infeliz no seu trabalho. Ganha mal, não tem tempo pra nada e sente que está jogando sua vida fora.

Então tem uma grande ideia de um aplicativo de celular que vai revolucionar a vida das pessoas. Você analisa e tem a certeza de que vai dar certo.

Aí você começa a se aprofundar na pesquisa do que precisa pra botar seu sonho em prática. Depois de um tempo vê que vai ser preciso muito trabalho e investimento. E desiste.

Talvez você precise trabalhar 14 horas por dia, talvez precise abandonar a estabilidade do seu emprego para se dedicar ao seu projeto, talvez precise vender o carro para gerar renda para o negócio, talvez precise aprender algo que nunca imaginou…

A verdade nua e crua é: você não vai chegar lá sem pagar o preço. As pessoas ricas que chegaram lá, só conseguiram porque pagaram o preço. As pessoas pobres desistiram antes de pagar.

Pessoas pobres estão cercadas de gente negativa

Pessoas pobres estão cercadas de gente negativa
Designed by Peoplecreations / Freepik

Certamente você já ouviu a frase: “Você é a média das 5 pessoas com quem mais convive”

Sim, isso faz total sentido.

Nós, seres humanos, somos totalmente influenciados pelo meio em que vivemos. Observe como é fácil se contagiar por um clima de festa ou entristecer profundamente em um velório.

Essa lógica funciona para o seu dia-a-dia. Se você escuta todos os dias que “você não vai conseguir”, “isso não é pra gente”, “vai dar errado”, “é tudo papo furado” seu cérebro vai começar a acreditar.

A dica é: afaste-se de pessoas com essa mentalidade. Se o contato for inevitável, tente ser o agente da mudança delas. Contagie-as com sua positividade, mesmo quando as coisas não estiverem tão bem assim.

Pessoas pobres acham que fazer faculdade é o suficiente

Pessoas pobres acham que fazer faculdade é o suficiente
Designed by Freepik

Tenho certeza que desde pequeno você escutava dos seus pais: “Meu filho, estude muito, entre numa universidade e consiga um bom emprego.”

Eu ouvi isso a vida toda. E sem me preocupar em contestar passei a acreditar.

A questão é que essa lógica não se aplica mais hoje em dia. Se é que algum dia já se aplicou.

Concluir um curso superior não é garantia nem de emprego, que dirá um bom emprego.

No meu caso, por exemplo, eu diria que foram 4 anos e milhares de reais jogados fora, pois aprendi muita teoria e nada que pudesse, de fato, me ajudar profissionalmente.

Claro, há cursos e cursos. Mas a faculdade não é o único caminho para o conhecimento, muito menos a parada final.

Adquira conhecimento de todas as fontes, não pare nunca e acima de tudo: não fique preso apenas no que seus pais disseram.

Pessoas pobres nunca acham que a culpa é delas

Pessoas pobres nunca acham que a culpa é delas
Designed by Freepik

O governo, a crise, o mercado… as pessoas pobres sempre têm alguém para culpar pelos seus fracassos, menos elas mesmas.

Não que o governo não nos atrapalhe e muito. Mas mesmo em situações adversas é possível arregaçar as mangas e fazer a diferença.

O sucesso não vai bater à sua porta. Você que tem que construí-lo. Quando algo der errado, pare e faça uma auto-análise. Certamente você vai encontrar seu erro. Admita o erro, corrija-o e siga em frente.

Pessoas pobres não controlam nem planejam suas finanças

Pessoas pobres não controlam nem planejam suas finanças
Designed by osaba / Freepik

Um dos hábitos que fazem as pessoas pobres serem pobres é o fato de não saber absolutamente nada sobre suas finanças.

Elas não sabem quanto gastam e, pasmem: as vezes não sabem nem quanto ganham! Não definem metas e só se preocupam em resolver problemas quando já estão com a corda no pescoço.

É como entrar em um avião sem saber onde ele vai pousar.

Não existe um rico que não seja disciplinado financeiramente.

Pessoas pobres não fazem o dinheiro trabalhar por elas

Pessoas pobres não fazem o dinheiro trabalhar por elas
Designed by Freepik

Muitas pessoas pensam que juntar dinheiro é o suficiente. Na verdade é apenas um sinal que você está em um bom caminho e já sabe fazer seu dinheiro sobrar.

Mas mais do que isso, é preciso fazer o dinheiro trabalhar por você. Porque é isso que vai fazer com que sua liberdade financeira seja alcançada.

Ao invés de guardar seu dinheiro embaixo do colchão, invista. Aprenda sobre renda fixa,  ações, fundos imobiliários…

São infinitas as formas de multiplicar seu dinheiro, e quando você menos esperar ele irá se tornar uma nova fonte de renda.

Pessoas pobres acumulam dívidas

Pessoas pobres acumulam dívidas
Designed by mrsiraphol / Freepik

Pessoas pobres têm o péssimo hábito de contar com dinheiro que elas não sabem se vão ter. E nada pode ser mais prejudicial para as finanças do que isso.

Seja pela ansiedade da “casa própria” ou pelo conforto do “carro zero” elas não calculam os riscos e o prejuízo de contrair dívidas enormes.

As pessoas de mentalidade rica sabem que as dívidas são fator impeditivo para o sucesso. Por isso elas só assumem compromissos financeiros que possam cumprir.

Pessoas pobres têm medo de agir

Pessoas pobres têm medo de agir
Designed by Kues / Freepik

 

Por último, o hábito final a ser exterminado para abandonar de vez a mentalidade pobre.

As pessoas pobres adoram sua zona de conforto. E é natural que tenhamos medo de sair dela.

Mas é impossível ter resultados diferentes com as mesmas ações.

As pessoas ricas sabem que uma ideia sem ação, é só uma ideia. E sabem que mesmo com todo planejamento ela pode dar errado, mas não esperam. Agem.

Se algo sair errado no meio do caminho, faça os ajustes e siga em frente. Pessoas pobres deixam de agir por medo. Pessoas ricas agem apesar do medo.

E isso faz toda a diferença!

Resumindo: a diferença entre pessoas pobres e pessoas ricas é única e exclusivamente uma questão de programação mental.

Se você conservar estes hábitos limitantes, com certeza eles irão se refletir na sua vida financeira.

Espero que este post ajude a abrir seus olhos para coisas que você fazia ou faz sem reparar e de alguma forma te puxaram para baixo todo este tempo e que você seja o agente da sua própria mudança para melhor.

Afinal, você quer estar no grupo das pessoas pobres ou das ricas?

Deixe seu comentário e sigamos Poupando Juntos.

Até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar