Como organizar sua vida financeira em 10 passos

Sabia que conquistar a independência financeira é mais fácil do que você imagina? Não importa se você ganha muito ou pouco, porque com um pouco de disciplina e organização todos nós podemos chegar lá. Então, resolvi compartilhar minha jornada e criar esse guia completo que ensina como organizar sua vida financeira em 10 passos.

Vamos lá, poupando juntos:

Defina metas. Planejamento é essencial

Defina metas e se planeje
Designed by Waewkidja / Freepik

Para saber como organizar sua vida financeira, primeiro você precisa ter em mente onde quer chegar.

É impossível ter foco, motivação e organização sem metas concretas, com valores reais. E como você vai organizar essas metas? É bem simples:

Metas de longo prazo

Vamos transformar grandes sonhos em objetivos. Uma mansão em bairro nobre? Um carrão esportivo? Uma aposentadoria tranquila daqui a 30 anos? Defina seu grande objetivo financeiro, saiba quanto você precisa juntar e o tempo em que pretende conseguir.

Ah, lembre-se de ser realista com este prazo.

Metas de curto prazo

“Mas eu só vou usufruir das minhas economias daqui 10, 20, 30 anos?”

Calma! Você também precisa ter metas de curto prazo. Pode ser aquela viagem de fim de semana, aquele jantar romântico num restaurante caro…

Qualquer coisa que não quebre seu orçamento e traga pequenas recompensas para seguir motivado.

Tenha as metas escritas e visíveis

Você já percebeu que nossa mente tem mais facilidade de materializar aquilo que ela visualiza? Logo, uma ideia que não é documentada tende a ser esquecida.

Se você deseja “comprar uma casa de 500m² em Miami em 15 anos” escreva isso e deixe onde possa ver ao menos uma vez por mês. Pode ter certeza que isso vai te ajudar a organizar sua vida financeira.

Conheça o seu orçamento

Conheça o seu orçamento
Designed by katemangostar / Freepik

Saiba quanto entra e sai

Bom, agora vamos colocar a mão na massa. Você sabe exatamente quanto dinheiro entra na sua conta todo mês? E quanto você gasta? Conhecer DETALHADAMENTE seu orçamento é fundamental para iniciar o processo de como organizar sua vida financeira.

Anote TUDO

Anote todos os seus gastos. Desde o cafezinho na padaria até o aluguel do apartamento. No final do mês, faça o levantamento completo.

Aqui entra a regra básica do seu planejamento: NUNCA GASTE MAIS DO QUE GANHA. Parece simples demais, e é! Se você está gastando todo ou mais do que seu orçamento, isso quer dizer que está mais do que na hora de aprender como organizar sua vida financeira.

Separe os gastos em categorias

Divida seus gastos em fixos (aluguel, mensalidades, prestações, plano de telefone, etc) e variáveis (alimentação, luz, água, etc) e tente ser bem detalhista. Isso vai te ajudar a identificar os gastos que são ou não necessários, tornando mais fácil a tarefa de organizar sua vida financeira.

Para facilitar essa divisão, utilize planilhas de gestão financeira.

Eu preparei uma planilha de controle de gastos completa, muito simples de usar! Você pode fazer o download da planilha clicando no banner abaixo:

Baixe agora! Planilha de Orçamento Familiar e Pessoal

Elimine gastos “dispensáveis”

Elimine gastos "dispensáveis"
Designed by freepic.diller / Freepik

Agora que você já tem um levantamento completo do seu orçamento, ficou mais fácil entender como organizar sua vida financeira e identificar quais gastos são essenciais, não é mesmo? Sendo assim, chegou a hora de ser disciplinado e cortar despesas desnecessárias. Vamos lá:

Inspire-se nos milionários

Você sabia que a maioria dos empresários de sucesso vivem apenas com o necessário? Isso não significa fazer voto de pobreza. Mas se eles conseguem, você também!

Vou dar um exemplo de algo que aconteceu comigo: quando comecei a anotar meus gastos, percebi que gastava mais me locomovendo de carro do que se usasse aplicativos como o Uber. Vendi o carro, transformei o dinheiro da venda em investimento, e assim meus gastos caíram consideravelmente.

Você precisa mesmo daquele plano com 300 canais de TV que nunca assiste? E aquela assinatura premium do Spotify? Será que vale a pena pagar 100 reais de academia para malhar 2 vezes por semana? São essas mudanças básicas que farão toda diferença no final.

Adeque o seu padrão de vida ao seu orçamento

Não, você não precisa deixar de viver para economizar (lembra das pequenas recompensas?). Mas de que adianta ter um carro que custa 25x seu salário? Ou sair pra jantar e precisar parcelar a conta em 5x?

Separe uma quantia para o lazer, mas sempre dentro da SUA realidade.

Se, por exemplo, você gasta mais da metade do seu orçamento para cobrir suas despesas essenciais, isso significa que alguma coisa está errada e você precisa rever seu planejamento. Para isso, você pode usar esta regra simples:

50-30-20

Uma estratégia muito recomendada por especialistas é a de que você deve reservar 50% da sua receita para os gastos essenciais, 30% para o lazer e poupar 20% para investir e realizar sonhos.

Claro, existem diversas outras correntes. Também sei que nem sempre vai ser possível guardar 20% do que você ganhou, o que nos leva ao próximo passo.

Se pague primeiro

Designed by Freepik

Não é fácil ter disciplina para controlar todos os gastos e separar a quantia certa para cada necessidade. Por isso é normal que seu cérebro diga: “Tudo bem se esse mês não sobrar uma graninha. Lembra daquele jogo de Playstation que você tanto queria? Vai lá!”

Para evitar este tipo de armadilha, pague a você primeiro.

Por exemplo: se você ganha mil reais por mês, já sabe tudo sobre seus gastos e definiu que todo mês vai economizar 10%, a primeira coisa que deve fazer é separar e investir esses 100 reais (10%).

Assim você não compromete o pagamento das despesas essenciais e garante que não vai gastar com algo que vá se arrepender depois.

Não faça dívidas. E controle as que tiver

Não faça dívidas. E controle as que tiver
Designed by nuchylee / Freepik

Analise quais são as dívidas que você pode abater

Por exemplo, se você financiou um imóvel em 30 anos, talvez não seja viável abater ou se livrar desse financiamento. Mas quitar as dívidas menores ou de menor prazo DEVEM ser prioridade no seu planejamento financeiro.

Lembre-se: você só terá uma vida financeira tranquila se estiver totalmente livre das dívidas.

Pague primeiro as dívidas com juros mais altos

Dívidas de cheque especial, por exemplo, possuem juros nas alturas, que com o passar do tempo se tornam uma bola de neve capaz de atropelar suas metas financeiras. Então, a prioridade deve ser ANIQUILAR essas dívidas o quanto antes.

Tente abatê-las à vista

Certamente muitos credores podem te dar descontos se você pagar à vista. Sendo assim, procure sempre negociar para conseguir benefícios maiores na hora da quitação.

Cuidado com o cartão de crédito

Ele pode ser um grande aliado para administrar suas finanças e conseguir alguns descontos e vantagens. Mas sem um acompanhamento em TEMPO REAL da sua fatura, ele pode se tornar seu inimigo número um.

E, cá pra nós, se no momento sua prioridade é sair do vermelho, talvez seja melhor deixar o cartão de crédito pra lá e usá-lo quando as coisas estiverem mais tranquilas.

Aprenda sobre investimentos

Aprenda sobre investimentos
Designed by jcomp / Freepik

Entender o mínimo sobre investimentos não é tão difícil quanto parece. Eu mesmo comecei a estudar sobre o assunto há pouco tempo e já entendo o suficiente para administrar e fazer meu dinheiro render mais todo mês.

Claro que ainda falta muito chão, porque o aprendizado é contínuo. Porém você vai ver o quanto é fácil começar e depois vai querer aprender mais e mais.

Entenda sobre juros, rendimentos, taxas e impostos

É importante saber quanto seu dinheiro vai render e quanto será descontado. Assim, você vai ter uma ideia real de quanto está perdendo deixando seu dinheiro guardado no cofrinho.

Comece pela renda fixa

Ela será seu primeiro passo no mundo dos investimentos, por dois motivos: é o mais simples de entender, e é o modo mais conservador de investir. Por exemplo: Tesouro Direto, CDBs, Fundos de Investimentos, são títulos de renda fixa seguros e acessíveis a qualquer um.

Comece a se familiarizar com renda variável

Quando estiver fera em renda fixa é hora de começar a navegar nas águas das ações, câmbio, mercado imobiliário, etc.

Estes mercados são mais complexos, por isso é imprescindível estudar sobre o tema antes de se jogar e investir. Mas fique tranquilo. Uma vez que você pega gosto por educação financeira, tudo fica bem mais fácil e até divertido.

O que sobrar, invista

Invista o dinheiro que sobrar
Designed by Freepik

PARABÉNS! Você seguiu os 6 passos anteriores à risca, e agora já sabe como organizar sua vida financeira. Sendo assim, no fim do mês você tem uma graninha boa sobrando.

Agora é hora de fazer esse dinheiro trabalhar por você! Antes do que você imagina, suas metas serão alcançadas. A seguir vamos ver algumas dicas básicas de investimento:

Você sabia que a poupança rende 0,5% ao mês?

Se você já passou pelo passo 6, aprendeu que títulos de renda fixa rendem mais do que a poupança e são, inclusive, mais seguros.

Para investir em renda fixa, basicamente, você vai precisar abrir conta em uma corretora e então transferir a quantia desejada. Depois é só escolher o investimento. Mas fique atento às taxas de administração que cada corretora cobra para cada investimento (muitas, inclusive, não cobram essa taxa).

Crie um fundo de emergência

Eu diria que 100% dos educadores financeiros recomendam que seu primeiro objetivo seja criar um fundo para emergências. Afinal, imprevistos acontecem, e você precisa estar preparado para não colocar todo seu planejamento por água a baixo.

Pense na sua aposentadoria

Um dia você vai querer descansar e usufruir do seu tempo e da riqueza que acumulou, não é verdade? Mas quando você quer se aposentar? E ganhando quanto? Sim, você pode escolher tudo isso!

Saber como organizar sua vida financeira será fundamental para ter uma vida confortável lá na frente. Por isso, é preciso começar a se planejar hoje mesmo.

PASSOS EXTRAS (DICAS DE OURO)

Convide alguém para poupar com você

Convide alguém para poupar com você
Designed by jcomp / Freepik

Manter-se motivado não é fácil. Mas tudo fica melhor se você não estiver sozinho. Para mim o pulo do gato é se juntar às pessoas que estejam dispostas a crescer com você. Não é a toa que esse blog se chama Poupando Juntos.

Eu, por exemplo, estou nesta empreitada com minha esposa, e um dos objetivos do site é abordar educação financeira para casais e famílias.

Então convide sua esposa(o), namorada(o), pai, mãe, ou até mesmo seus filhos para começar a planejar um presente tranquilo e um futuro rico!

Tenha uma renda extra

Tenha uma renda extra
Designed by Freepik

Às vezes é difícil conseguir poupar algum dinheiro apenas com nosso humilde salário. Mas você sabia que a internet te oferece uma infinidade de métodos para ganhar (muito) dinheiro?

Pois é. Trabalhando de 2 a 3 horas por dia em casa, você pode fazer um belo dinheiro extra. E digo mais: esta renda extra pode ultrapassar seu salário e se tornar sua fonte de renda principal. Não é maravilhoso?

Opções como marketing digital, milhas aéreas, criação de sites e edição de vídeo são ótimas alternativas para turbinar sua renda.

Eu mesmo estou investindo na minha renda extra.

Sem desculpas, comece agora!

“Mês que vem eu começo.” “Dá muito trabalho.” “Não vai dar certo.”

Nada é mais fácil do que arranjar desculpas. E elas são os únicos obstáculos que te impedem de alcançar o sucesso financeiro. Por isso, livre-se delas já! Sair do vermelho e ter uma vida rica e próspera só depende de você.

Agora que você já sabe como organizar sua vida financeira, levante do sofá e mãos à obra! É mais fácil do que você imagina e vai revolucionar sua vida.

Se tiver alguma dúvida, sugestão ou história, deixa aí nos comentários.

Um abraço, e até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você também pode gostar